quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

2017 : na hora do balanço (III) - TOP 10 Fortificados

Após o balanço dos brancos e tintos, hoje é o momento dedicado aos vinhos fortificados (Porto, Madeira e Moscatel). A ordem, dentro de cada patamar classificativo, é alfabética. E eles são:
.Borges Malvasia 1907, com 19,5
.Artur Barros e Sousa Verdelho Reserva Velho, com 19
.Blandy's Bual 1920 , também com 19
.Blandy's Verdelho 1977, idem
.Niepoort Garrafeira 1931 e 1933, idem
.Blandy,s Cercial 1968, com 18,5+
.Cossart Gordon Terrantez 1977, também com 18,5+
.Artur Barros e Sousa Sercial 1976, com 18,5+
.Blandy's Bual 1957, com 18,5
.Niepoort Garrafeira 1940 e 1948, também com 18,5
Não foram incluidos por já constarem em TOPs 10 anteriores os Madeira Borges Malvasia 40 Anos (nota 19), Artur Barros e Sousa Moscatel 1963 (18,5) e Blandy's Bual 1977 (19) e, ainda, os Colheita Dalva 1985 (18,5) e Krohn 1976 (18,5). Também não foram seleccionados para o TOP 10, por estarem fora dos circuitos comerciais, o Torre Bela 1860 (19) e o FMA Bual 1964 (19).
De salientar:
.O peso dos Vinhos Madeira, com 13 referências num total de 19 (68 %)
.A presença da Madeira Wine com 6 vinhos seleccionados, logo seguida da Niepoort com 4 Garrafeiras
.A casta Bual, com o maior nº de referências nos vinhos Madeira
.A ausência de Porto Vintage e de Moscatel nesta selecção.
A próxima crónica será dedicada aos espaços de restauração do ano, com especial incidência no serviço de vinhos.

Sem comentários:

Enviar um comentário