sábado, 8 de outubro de 2016

Enoturismo no Dão (I) : uma jornada inesquecível

Participei, recentemente, numa grande jornada eno gastronómica no Dão, organizada pela agência Tryvel, prioritariamente orientada para o turismo cultural. Rui Nobre, consultor para este tipo de turismo e já meu conhecido de outras agências, tinha o sonho de organizar passeios no âmbito do enoturismo. E o sonho passou à realidade quando convenceu a Maria João de Almeida *, jornalista e crítica de vinhos, com alguns livros publicados, entre os quais destaco o "Guia do Enoturismo em Portugal" (Ed. Zest Books), que serviu de base a este 1º passeio enoturístico. Mais, já está organizado um passeio ao Alentejo, estando previstas para 2017 visitas ao Douro e Rioja.
Durante um fim de semana alargado (sexta, sábado e domingo), visitámos os produtores de vinhos Paço dos Cunhas de Santar (onde almoçámos), Casa da Ínsua (onde jantámos e dormimos), Casa da Passarella, Qtª Madre d' Água (onde jantámos) e Qtª de Lemos (onde almoçámos), tendo ainda o grupo passado uma noite na Pousada de Viseu.
No total provámos 12 vinhos e bebemos às refeições outros 13, sendo de realçar como o grupo, de um modo geral pouco conhecedor de vinhos, foi recebido nos locais visitados. Correu praticamente tudo muito bem, graças aos locais criteriosamente escolhidos e ao entusiasmo, simpatia e alegria contagiante da Maria João, uma excelente comunicadora.
A Tryvel distribuiu uma pequena brochura a cada um dos 26 participantes, que incluia o programa, informação sobre o alojamento, conselhos úteis e uma história resumida de cada local visitado. Remeto para o livro da Maria João, que aconselho, o desenvolvimento das histórias de cada produtor e demais informações úteis.
O único ponto menos feliz desta viagem, foi o almoço no tradicional restaurante "O Júlio", em Gouveia, o qual parou no tempo. Está reduzido a um único vinho, o chamado da casa que deve ser de garrafão. Mais, mesmo se houvesse mais oferta, os copos são impróprios e afugentam qualquer enófilo que se preze.
Em próximas crónicas, desenvolverei a visita a cada um dos produtores citados.
* tenho um link para o seu site

Sem comentários:

Enviar um comentário