sábado, 22 de janeiro de 2011

A Herdade das Servas e a Blogosfera

As minhas divagações à volta de uma recente visita à Herdade das Servas :
1.Um esclarecimento prévio
Não fui na qualidade de crítico, que não sou, mas simplesmente como antigo parceiro (enquanto responsável pelos vinhos das CAV) e amigo (que continuo a ser).
2.A Herdade das Servas (H.S.) e a Blogosfera
É de louvar a atitude da H.S. ao convidar uma série de responsáveis por blogues. Estavam presentes 10 bloguistas (Prova Capital, Comer, Beber e Lazer, Good Living, Enófilo Militante, João à Mesa, Adega dos Leigos, O Vinho em Folha, 3 nos Copos (eram 2) e Magna Casta) em 31 convidados. Ou seja, cerca de 32% da totalidade das presenças. Outros não puderam participar, face às suas responsabilidades profissionais. Foi o caso dos bloguistas Copo de 3, Pingas no Copo e Saca a Rolha.
Contrariamente a algumas opiniões negativas em relação à Blogosfera, que provocaram acesa discussão no fórum da Revista de Vinhos, a H.S. não teve nenhum problema em pô-los em pé de igualdade com os profissionais. Bem hajam!
3.O repasto
O convite foi um pretexto para uma prova vertical dos Touriga Nacional 03, 04, 05, 06 e 08, acompanhados por pratos criados pelo chefe Gemelli, que introduziu um toque italiano ao repasto. Eu teria preferido um chefe alentejano. Estou a lembrar-de do Júlio Vintém, por exemplo. A gastronomia, com excepção do último prato, tinha qualidade, mas nem todos os casamentos com os vinhos em prova funcionaram bem. Por exemplo, o carpaccio ligava bem melhor com o branco Colheita Seleccionada e o licoroso pedia um sobremesa à base de chocolate.
Numa próxima crónica falarei dos vinhos.

Sem comentários:

Enviar um comentário